Rogéria Guida Fonoaudióloga, especialista em voz, psicomotricista e mestre de oratória.

Autora do método Reconhecimento do Sujeito Unidade em Movimento, professora universitária em Jornalismo, Comunicação, Psicomotricidade, Fonoaudiologia e Oratória Jurídica.

Durante todos esses anos tem ensinado o método em faculdades, simpósios, workshops, mesas redondas, palestras, treinamento em empresas, congressos e cursos para diversos estados e países.

Através de uma metodologia própria, realizou o propósito de tornar a oratória um caminho de autoconhecimento, de rompimento de couraças para a libertação e o resgate do poder pessoal.

Abriu portas para que a oratória fosse conhecida cada vez mais como possibilidade de estudo sobre o funcionamento do Ser Humano e não somente como normas impostas estabelecidas. Há anos com resposta rápida e eficaz, a arte da oratória por meio da metodologia Reconhecimento do Sujeito Unidade em Movimento desperta e liberta inteligências inatas no indivíduo.

Rogéria Guida sempre atuou para que em todas as idades o Sujeito fosse estimulado a falar bem. Sempre defendeu o ensino da oratória em todas as escolas por meio do autoconhecimento que liberta a sociedade.

Quem reconhece o seu potencial sabe que pode superar dificuldades, quem não reconhece o seu potencial torna-se prisioneiro delas.

Rogéria Guida sempre agradece a todos que aprenderam a sua metodologia e que estão contribuindo para ampliar a consciência humana.


VOCÊ


VOCÊ fala mal? Ou fala bem?
VOCÊ tem medo de dizer bem explicado e claro o que sente e pensa?
VOCÊ olha o outro de frente e diz em bom tom e volume o que quer dizer?
Ou não olha e tem medo de soltar a voz?
VOCÊ tem medo que o outro saiba e possa mais que VOCÊ?
Por que motivo VOCÊ não pode ser VOCÊ diante do outro?
VOCÊ faz esforço para falar?
VOCÊ tropeça, embola ou troca as letras das palavras?
VOCÊ é fluente no pensamento? Ou diante do outro, esquece o que quer dizer, dá um branco, desorganiza o pensamento, fica trêmulo às vezes, e até sem voz?

Ah, VOCÊ corta as palavras no início e no final?
VOCÊ abaixa o volume, engole o término das frases?
VOCÊ tem medo de falar para fora? Fala para dentro?
CUIDADO, VOCÊ está perdendo a voz e não reconhece o sujeito do seu próprio discurso.

DESPERTE enquanto pode!

QUEM FALA BEM SE FORTALECE!

Rogéria Guida